top of page

Novo dispositivo de proteção contra surtos será lançado na Conferência Internacional de Energias

Embrastec apresentará um dispositivo específico para proteção de Luminárias Públicas LED


De acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as descargas atmosféricas são responsáveis por cerca de 70% dos desligamentos de transmissão e 40% na distribuição de energia elétrica. Para ajudar a evitar esses problemas, surgiram os DPS (Dispositivos de Proteção contra Surtos), que desviam qualquer surto de tensão, seja de origem em descargas atmosféricas ou manobras da concessionária.

A Embrastec, uma das primeiras empresas a fabricar DPS no Brasil, estará presente na Conferência Internacional de Energias Inteligentes – Smart Energy CIEI&EXPO 2017, que acontece de 18 a 20 de outubro, no Espaço de Exposições Horácio Coimbra na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), e apresentará uma novidade para o mercado: “Vamos lançar o DPS específico para Luminárias Públicas LED, que são muito sensíveis e vulneráveis a surtos elétricos”, anuncia José Márcio Rosa, diretor geral da Embrastec.

Outro produto que será exposto para os visitantes é o DPS específico para sistemas fotovoltaicos, que isola o inversor de qualquer surto elétrico. “O inversor do sistema pode estar conectado tanto nos painéis solares quanto na rede elétrica e está sujeito a surtos que podem vir nas duas direções. Por isso, há necessidade de proteger essa fonte específica”, explica o diretor. O dispositivo segue uma norma específica para sistemas fotovoltaicos, a EM 50539-11.

A aplicação dos DPS é feita em redes de distribuição, linhas de telecomunicações, quadros de distribuição, tubulações e até mesmo em tomadas. Os dispositivos são divididos em três classes. “Na classe 1, são indicados para proteção de cargas diretas, na classe 2, para descargas indiretas e na classe 3, para proteção mais refinada, sendo instalados próximos dos equipamentos. Além dessa classificação, existem vários outros modelos indicados linhas telefônicas, rede de dados, CFTV, entre outros”, conta. “A Embrastec também desenvolve DPS específicos para a necessidade de cada cliente. São mais de 500 modelos que já fabricamos ao longo de nossa história.”

Os DPS são obrigatórios em instalações de redes elétricas desde 2004, segundo a norma ABNT 5410. A Embrastec já desenvolve esse tipo de produto desde 1991. “Começamos a fabricação naquele ano porque o Brasil é o país campeão em descargas atmosféricas e havia uma necessidade do mercado, mesmo não existindo a indicação da utilização dos DPS nas normas brasileiras. Então, acabamos participando do desenvolvimento e divulgação desses equipamentos, sempre investindo em pesquisas para buscar as melhores soluções de proteção”, revela José Marcio Rosa. Para saber mais sobre a Embrastec é só acessar o site www.embrastec.com.br, entrar em contato pelo e-mail embrastec@embrastec.com.br


Font: https://paranashop.com.br/2017/09/novo-dispositivo-de-protecao-contra-surtos-sera-lancado-na-conferencia-internacional-de-energias-inteligentes-smart-energy-cieiexpo-2017/


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas SPDA

Descargas atmosféricas, também conhecidas como relâmpagos ou raios, são cada vez mais frequentes no Brasil. Para enfrentar essa ameaça, foi publicada em 2015 uma nova versão da norma técnica ABNT NBR

Proteção de Sistemas Fotovoltaicos em Edifícios

O Papel dos Dispositivos de Proteção contra Surtos em Sistemas Fotovoltaicos. A energia gerada por um sistema fotovoltaico (SFV) é uma solução cada dia mais adotada para suprir demandas energéticas de

Comments


bottom of page